IMAGEM

IMAGEM

IMAGEM

IMAGEM

imagem

imagem

domingo, 22 de janeiro de 2012

REGIONAL DE ALENQUER - PROVA DE 21/01/2012

Caros slotistas

Decorreu num ambiente fantástico, esta 1ª Prova do Regional, onde compareceram à partida 15 pilotos, concorrendo em ambas as classes em disputa.
Iniciou-se o evento, primeiro pelo jantar e só depois a prova verdadeiramente dita.
Entraram primeiro os Clássicos/Gr. B, onde como esperado os Ferrari F40 ditaram em parte a sua lei. E digo em parte, porque houve um atrevido de um METRO a intrometer-se entre o 1º e 3º lugares, e logo com uma diferença para o 1º de apenas 1,2569s !!.
Tiago Carta estreando o seu F40, sentiu alguma dificuldade em fugir do METRO do Filipe Loureiro. Em terceiro lugar estava um NUNO COVÃO com alguma pouca inspiração, o que não lhe é habitual.
Em 4º ficou Igor Reis com um F40 Fly com motor inline, a surpreender tudo e todos, pois bem sabemos que este carro é inferior ao seu irmão da Slot it.
Covão Júnior impôs o seu F40 no 5º lugar da Geral, deixando José Carta em BMW M1 a cerca de 2 seg..
Quanto aos pilotos Iniciados, todos eles a tripular 3 PORSCHEs diferentes, um por cada troço, para que houvesse igualdade. Ricardo Vitor surpreendeu, logo seguido de Pedro Carvalho e Bruno Matos. Este último piloto é a grande surpresa da temporada, pois começou nem à um mês a praticar a modalidade.
Passando à classe rainha que é o Gr. N/Super N, prova impolgante entre os primeiros 3 pilotos. Inicialmente a guerra entre aspas, entre pai e filho, José Carta e Tiago Carta, andando ambos sempre separados por menos de 1 segundo, durou quase até final, quando foram surpreendidos pelo diabólico Filipe Loureiro que fez uma 2ª passagem canhão pelo 2º troço da prova, o chamado " Alenquer de Cima a Baixo " , deixando todos os pilotos perplexos pela sua exibição, e queixava-se ele ao fim da 1ª passagem que o seu Subaru não estava nas melhores condições, agora vejam  se estivesse.
Nuno Covão mais uma vez não esteve bem, cometendo alguns deslizes, ora na escolha das voltagens, ora com pequenas saidas que são fatais. Na próxima prova estamos certos que já estará, ele e as suas montadas ao melhor nivel como já nos habituou.
Nos Iniciados, veio a comprovação da boa forma do Ricardo Vitor, que com um Citroen C4, fez uma prova exemplar, assim como Bruno Matos em carro identico, provando mais uma vez que quando se tem vontade os resultados aparecem.
Manuel Sampaio e o seu irmão José, fizeram a estreia do ex Renault Clio da Carta Motorsport, surpreendendo pelo seu andamento.
Helder Carloto estreou em competição o seu novissimo SUBARU da MSC com motor inline, fazendo uma prova cautelosa, descobrindo a pouco e pouco o carro que é bem diferente do seu C4.
Quanto aos pilotos da MPV Racing, a prova não correu bem, talvez devido a estarem a estrear carros novos, daí a sua fraca prestação, principalmente Pedro Carvalho e Vitor Carvalho, pois o Mário Carvalho estava no seu Citroen C4, este também com alguns problemas de afinação.
Ambos os Clio,s desta equipa irão ser todos revistos nos próximos dias, principalmente ao nivel de transmissão a fim de na próxima prova já estarem de acordo com o andamento dos seus pilotos. A falta de tempo para testes por vezes condiciona o andamento, porque não existe um acasalamento de piloto/carro eficaz.
Em resumo, mais uma prova ao mais alto nivel desportivo e também social, como puderam comprovar todos os presentes, pilotos e convidados.

Sem comentários:

Enviar um comentário