IMAGEM

IMAGEM
Vista panorâmica de ALENQUER

IMAGEM

IMAGEM
TROÇO Nº 1

imagem

imagem
TROÇO Nº 2

domingo, 1 de abril de 2012

Rally de Portugal Vodafone - Slot Arrábida

Decorreu no espaço da Slot Arrábida em Azeitão, a 2ª Prova do Campeonato de 2012.
Iniciou-se pelos Gr. N, onde Paulo Cunha impôs a sua supremacia ao longo dos 4 troços disponiveis.
Tiago Carta fazendo uma prova cautelosa, ficou em 2º.
Nuno Covão atingiu o lugar seguinte.
A classificação oficial ficou assim ordenada:
1º - Paulo Cunha - Slot Arrábida - Renault Clio - 8.21,980
2º - Tiago Carta - Carta Motorsport - Subaru Impreza - 8.34,235
3º - Nuno Covão - BIPBIP Slotsport - Subaru WRX - 8.40,227
4º - José Júlio Azevedo - BIPBIP Slotsport - Subaru Impreza - 8.42,842
5º - José Carta - Carta Motorsport - Subaru Impreza - 9.00,927
6º - Ricardo Pita - Slot Arrábida - Subaru Impreza - 9.03,360
7º - Rui Carriço - BIPBIP Slotsport - Subaru Impreza - 9.07,972
8º - Rui Garrett - Subaru Impreza - 9.11,897
9º - Igor Reis - Carta Motorsport - Subaru Impreza - 9.26,857
10º - Ricardo Vitor - Carta Júnior Team - Subaru Impreza - 9.41,975
11º - Mário Rosas - Citroen C4 - 9.46,537
12º - João Caria - BIPBIP Slotsport - Renault Clio - 9.53,415

Em relação aos Gr. B, a vitória inicialmente sorriu a Tiago Carta, mas cerca de 45 minutos após o terminus da prova, a organização via telefone, informou a Carta Motorsport que teria havido alguma descrepância quanto aos tempos do piloto, daí o mesmo ser relegado para o 3º Lugar e o vencedor seria Paulo Cunha, secundado por Nuno Covão.
O piloto em causa melhorou substancialmente os seus tempos ( 14 seg. ) na segunda passagem em relação à primeira. Quanto aos seus mais directos adversários surgiu precisamente o contrário, Paulo Cunha fez pior cerca de 1 seg. e 4 décimos e Nuno Covão piorou da primeira para a segunda passagem cerca de 8 segundos.
A organização é soberana, mas a dúvida por parte do piloto terá de ser  explicável por parte da mesma, afim de não se criar situações menos agradáveis, pois a Carta Motorsport em poder das classificações oficiais, não encontra explicação para tal situação.
Quanto a dúvidas deste género, as mesmas terão de ser clarificadas na presença de todos os pilotos, para que exista transparência e fidelidade do trabalho desempenhado pelos comissários desportivos presentes na prova e pela própria estrutura organizativa.
A Carta Motorsport irá acatar a decisão tomada, no entanto não poderá deixar de demonstrar o seu desagrado.








Sem comentários:

Enviar um comentário